Cinquenta Tons de Liberdade , por E.L.James

CINQUENTA_TONS_DE_LIBERDADE_1339189198PFinalizando mais uma série, essa eu demorei bastante para ler o último volume porque sabia que me decepcionaria com o final e não queria tomar ódio pela história, mas não teve muito jeito, né?

Neste livro vemos o Sr. Christian Grey e, agora Sra. Grey, Anastasia, tendo que lidar com a vida de casados e seus desafios, além de tentar ficar com as mãos longes um do outro. E como nada é muito fácil na vida de pombinhos apaixonados, a família Grey se depara com um inimigo que tenta destruí-los, tentativa falha de colocar um pouquinho de ação na história.

Eu teria gostado muito, como eu gostei do primeiro livro, se eu não tivesse tido tempo de refletir tanto sobre a história depois de ter lido os dois volumes anteriores. Não adiantou tentar colocar a Ana como uma heroína, ela continua fraca e submissa a esse homem e tenta a todo momento nos convencer de que isso é amor. Mas não é, toda essa necessidade, esse preciso-de-você-a-todo-momento-ao-meu-lado-senão-eu-morro não passa de uma obsessão louca misturada com prazer. Prazer esse que o 50 tons está sempre disposto a dar e não posso deixar de citar isso.

Eu me senti envergonhada quando terminei a série, com vergonha de pertencer a mesma classe que a Ana, e por ela fazer parecer que todas as mulheres estão em busca de alguém que a deflore, seja seu homem e lhe dê filhos. É um livro que, apesar de todos os problemas emocionais envolvidos com a infância de Christian que tornam fofos vários momentos de confidências e te leva a reconsiderar uma opinião negativa, afirma uma posição que a sociedade tem da mulher e que eu ouvi de várias pessoas homens por aí em conversas na faculdade, no bar, na internet (até de gente que nunca leu, veja só): a mulher sempre vai se interessar pelo cara com dinheiro (mesmo que em quase todas as linhas ela afirme que não é isso), que manda e desmanda e que sempre vai fazer com que ela se submeta a todas as suas vontades.

Um único ponto positivo, em minha opinião, foi ver que ao mesmo tempo em que essa protagonista mulher fraca, em um livro escrito por uma mulher, que deveria ser sobre e para uma mulher, o livro causou um burburinho muito grande sobre o que poderia ser lido ou não e onde este era permitido ser lido (que escândalo ler um livro deste em um ônibus, gente!). O escândalo que a moda de livros eróticos causou (ou vem causando), assim como o aumento da procura por esse tipo de livro, foi totalmente eficiente para percebermos a opressão sobre a mulher, pois se tornou visível como é condenável ler sobre sexo, assim como é condenável uma mulher pensar e fazer sexo igualmente aos homens.

Tirando essa pequena libertação da mulher de escolher o que ler, coisa que não deveria ser tão assustador em pleno século 21, o final foi decepcionante e nada surpreendente. Não entrarei em termos da escrita da autora, se o livro encaixa-se em obra prima da literatura ou não, mas o livro cumpriu o papel que desejo que todos os livros tenham na minha vida: me distrair e me ensinar. Me ensinou e me fez reafirmar mais ainda o tipo de mulher que não quero ser e com quem não quero me envolver.

 

Agora só me resta aguardar o filme, pois acho que poderiam juntar os três livros e fazer um único filme facilmente. As escolhas dos atores já não agradaram o público fã e dificilmente agradará no roteiro. Veremos.

Anúncios

  1. Pingback: Divergente e Insurgente, por Verônica Roth | Livro do dia

  2. Confesso que no meio do burburinho, mais de um ano atrás, fiquei empolgadíssima com a leitura da trilogia – que devorei rapidamente.
    Só que os livros e as situações foram tão exploradas, tantos outros autores quiseram copiar a ideia, e tantas pessoas especularam filmes e atores e etc, que acabei desencantando e pegando aversão ao tal do pornosoft.
    Beijos

    Meu Meio Devaneio

  3. Olá!
    Olha, assim que comecei a ler os livros me apaixonei pelo Christian e tal, mas agora que passou, vejo como essa história realmente é, uma mulher fraca, que por ser virgem, fica perdidamente apaixonada por um homem que quer que ela seja sua submissa, a narrativa do livro também não é lá das melhores, depois de um tempo pensando sobre esse livro e aprimorando a minha leitura fui percebendo certas coisas! Mas na época eu era apaixonada pelo Grey! E quanto ao filme, nem sei o que dizer!!!

    Beijos!

  4. Oi.

    Sinceramente esta ai os livros que não vou ler, sei lá isso parece meio maluco. kkkkkkkkkk
    Coisa malucas acontecem. e as escolha dos atores foi piora ainda. kkkkkk ainda bem que trocaram, mas mesmo assim.

    Beijos da Fê :*
    http://fernandabizerra.blogspot.com.br/

  5. Não é todo mundo que caiu de amores por essa trilogia e eu respeito a opinião de cada um. Eu sou uma fã, eu tive um visão um pouco diferente sobre algumas coisas do livro, então nem vou me alongar muito no comentário tentando defender alguma coisa porque cada um já formou uma opinião! hahahaha
    Eu também fiquei decepcionada com o final, porque pra um casal tão “explosivo”, digamos assim… foi um final bem calmo e previsível, mas meu lado romântico até achou fofo. rs

    Beijos.
    http://viciosemtres.blogspot.com.br/

  6. Eu não gosto desse tipo de livro, já li uns trechos dele que me deixou pasma e desde então fico meio apreensiva quando se trata dele. A adaptação vai ser mais um filme erótico do que tudo, concordo que eles podiam juntar tudo e fazer um filme só, até porque, pelo que ando lendo, a história em si é pouca coisa.

    http://memorias-de-leitura.blogspot.com

  7. Eu parei de ler no primeiro, mas tenho o segundo e o terceiro 🙂
    Não fiquei muito empolgado pra ler os outros dois agora, visto que você se decepcionou com o final, MAS como não gosto de ver livros não-lidos na minha estante, creio que em breve estarei lendo os outros dois que me faltam.

    Um abraço,
    https://www.facebook.com/oepitafio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: