O Livro de Julieta, por Cristina Sánchez-Andrade

O_LIVRO_DE_JULIETA_1336524327P

Capa nacional do livro, publicado pela editora Paralela

Um dos livros que comprei na Bienal do Livro do Rio (e primeiro lido. Shame on me), comprei pela capa e pelo assunto: síndrome de down. Gosto muito de sick-lit porque me esclarece muitas coisas sobre doenças e deficiências.

O livro não foi o que eu esperava, ele é todo dividido em capítulos pequenos, não muito aprofundados no assunto, trata-se de memórias, bilhetes, cartas, diálogos, impressões da mãe desde quando teve Julieta, sua filha com Down. É extremamente fofo, engraçado e emocionante, mas eu ainda esperava MAIS, me entendem? Não sei de que forma, confesso, mas ainda sim esperava.

É uma história de cobrança, atividades, trabalho, médico e preocupação, mas também de amor, dedicação, brincadeiras e muito carinho. É sobre o mundo de uma família –bem grande- que é diferente por ter uma protagonista especial. A autora e mãe nos diz de forma delicada como o nascimento de Julieta afetou a filha mais velha e ao marido e afeta os mais novos. E, claro, como a afeta. Achei tudo muito sincero, uma declaração de amor mesmo.

Aos pouquinhos e sem pretensão vai-se adentrando no mundo de Julieta, praticamente concomitante à mãe, que tenta enxergá-la como ela realmente é e diminuir a distância que as separa.

Apesar de não ter correspondido as minhas expectativas o livro me tirou algumas duvidas em relação a essa distúrbio (doença não) e encheu meu coração de doçura durante uma tarde inteira.

—-

novo layout_troca copy

Anúncios

  1. Oii!!
    Também gosto desse tipo de livro, e fiquei triste de saber que ele não é tão bom quanto parece.
    Você já leu O guardião de memórias? É relativamente antigo, mas uma lindíssima história sobre a síndrome de down, que acabou virando filme. Se não leu, eu recomendo, você vai se emocionar.
    Beijos

    Meu Meio Devaneio

  2. Oi, minha flor!
    Finalmente consegui um tempo para vir aqui retribuir suas visitas ao meu blog. Obrigada pelo carinho!
    Eu não conhecia este livro. Interessei-me, mas não tanto. Isso porque já tenho conhecimento sobre a Síndrome de Down e alguma experiência junto às famílias de crianças especiais. Mas sempre parabenizo iniciativas de autores que procuram esclarecer e problematizar essa questão, de forma romântica e emotiva. Eu adoro sick-lit também! Um dos livros que li e me ajudou a entender melhor uma doença foi Cante Para Eu Dormir, que aborda a fibrose cística.
    Gostei da sua resenha. Muito delicada. Assim como parece ser o livro.
    Beijos, flor!

    http://www.myqueenside.blogspot.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: